Astrologia, Esoterismo, Espiritualidade

A primeira sexta-feira 13 de 2020

Medo da Sexta-feira 13, medo de gato preto e de passar embaixo de uma escada. Você sabia que essas superstições são costumes que herdamos das culturas ancestrais, tais como egípcia, nórdica, celta, wicca e até do judaísmo? 

Também é fato que a indústria cinematográfica de Hollywood – dominada por empresários judeus, diga-se de passagem – usou e abusou brilhantemente da temática nos filmes de terror. E isso influenciou significativamente nossa cultura ocidental.

Tanto que muitos de nós ainda ficam intrigados se é pura lenda ou se existe algo de macabro em todas essas crendices. Seja qual for a sua posição, com a chegada da primeira Sexta-feira 13 do ano de 2020, preparamos uma série de lembretes para aumentar a positividade e afastar o azar de uma vez por todas. Se bem não fizer, mal também não fará…

Astrologia e o céu da Sexta-Feira 13

O Sol está brilhando no último decanato de Peixes, um período regido pelo planeta Plutão, que representa a nossa sede de poder e de destruição. Em 2020, particularmente, Plutão estará potencializado em virtude da conjunção com Júpiter e Saturno em Capricórnio. Mas isso é papo para outra hora…

Já a lua cheia no signo de Escorpião reforça que nossas emoções tendem a estar mais profundas e instáveis. Mas não há motivo para pânico. Esta configuração astrológica traz a todos nós a possibilidade de um aprofundamento emocional e espiritual, independentemente de nosso signo solar no Zodíaco.

O dia também pode inaugurar um período em que você deseja mais intimidade com quem importa e um isolamento maior das outras pessoas. Respeite o seu relógio interno e mantenha a serenidade e não entregue-se ao estresse.

Aliás, a própria ciência já comprovou que pessoas doentes que adotam práticas de oração – tal qual a meditação ou que possuem uma experiência de fé – tendem a ser mais positivas, menos estressadas, além de suportar melhor os tratamentos médicos e render melhores resultados.

Portanto, a dica é espiritualizar-se, ou minimamente buscar um estado de espírito equilibrado, sereno, com pensamentos e sentimentos positivos, independentemente se você segue, pratica ou não alguma religião ou filosofia. Isso vale até para os ateus, agnósticos ou profundamente religiosos.

O azar existe?

É fato que algumas épocas de nossas vidas parecem estar recheadas de azar, a popular urucubaca ou zica. Mas é preciso ter cuidado para não interpretar erroneamente as mensagens que a vida nos manda.

De acordo com minha experiência no atendimento presencial ou à distância, existem sim momentos em que estamos com energia negativa – além de existirem obsessões ou opressões espirituais – e que precisamos de um cuidado extra nesta área. Mas não podemos confundir acontecimentos naturais da vida com ondas de azar ou perturbações espirituais.

Cuidado com as superstições!

Muita gente ainda associa o esoterismo e terapias alternativas às superstições ou crendices. Mas isso precisa mudar. Quando você investe um tempo no seu autoconhecimento – seja fazendo um mapa astral natal ou passando por um atendimento ou consulta esotérica – o foco precisa ser prático e realista.

Um terapeuta sensitivo, por exemplo, é um profissional que “lê” e percebe o campo energético do cliente e, a partir dessa leitura, limpa, encaminha energias densas, orienta e traz conselhos da espiritualidade, procurando pautar-se no bom-senso e em uma ótica positiva e não-supersticiosa.

Reforma íntima

Este termo é utilizado pelos espiritualistas – espíritas em especial – para nos lembrar que precisamos evoluir, desenvolver nossas qualidades e diminuir nossos defeitos para que nossa vida possa ser melhor. Mas atenção: uma vida mais equilibrada não significa uma vida na qual nada dá errado e sem sofrimento. Isso é um engano e uma visão infantil do mundo que nos rodeia.

Sabemos que no mundo há de tudo um pouco: há fome, há morte, há pobreza, há desonestidade. Mas também há amor, há vida, há esperança, há espiritualidade sadia, há amigos. E para desfrutar disso, todos nós, mais cedo ou mais tarde, precisaremos fazer a nossa reforma íntima. Vamos, então, aproveitar a primeira Sexta-feira 13 do ano para ajustar o nosso foco em tudo aquilo que nos faz bem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *