Astrologia, Mapa Astral

1º de maio e o mapa do trabalho para 2020

Se você está lendo esse texto, é alguém que faz parte de um momento histórico da humanidade e com sorte passará pela pandemia mundial que marca o ano de 2020. E justamente na época do ano em que o mundo estaria comemorando o Dia Internacional do Trabalho, estamos em um momento de adaptação a esse delicado momento global em função da pandemia da Covid-19. E tudo indica que as relações profissionais serão diferentes a partir de agora. E a pergunta de um milhão de dólares: como se preparar para esse novo momento?

De acordo Denny, jornalista e terapeuta sensitivo, o autoconhecimento pode ser a chave para abrir novos caminhos profissionais diante de uma crise dessa magnitude. “Pessoas conscientes das suas potencialidades tendem a passar por essas transformações com mais resiliência e com acesso a mais oportunidades e possibilidades de se reinventar”, garante.

O profissional – que acaba de retornar de uma imersão espiritual nos Estados Unidos – garante que homens e mulheres reagem de maneira diferente às pressões em relação à carreira, emprego e trabalho. E como o ano não é o ideal para pensar em feriado ou comemoração, a ansiedade de todos aumenta muito. Para esses indivíduos – independentemente de gênero – o profissional dá um conselho de ouro: “É preciso experimentar, testar algo que nos ofereça outras percepções. Eu sou um ser humano cético e para que eu assine embaixo de algo, tenho de ver funcionar de alguma forma em minha vida e dos meus clientes. É assim que lido com a espiritualidade e com as terapias alternativas. Vivemos um momento em que é preciso focar em um auxílio prático, sem dogmas ou cunho religioso”.

Denny Heide

Ainda de acordo com o especialista, o Brasil está redescobrindo o próprio jeito de se posicionar diante dos conhecimentos não-cartesianos, que envolvem a espiritualidade, a mediunidade, a sensibilidade. Ele afirma ainda que outros países estão muito mais abertos a buscar ajudas no conhecimento alternativ0, esotéric0 ou espiritual, mesmo quando o assunto é a carreira. É o caso dos Estados Unidos. “É impressionante notar que o norte-americano tem o costume de se consultar e aconselhar-se com médiuns, gurus ou terapeutas holísticos particulares. Tanto que é muito comum ver salas de atendimentos dos chamados psychic ao caminhar pelas ruas do país. E isso está presente em praticamente todos os estados americanos”, explica Denny.

Dicas para se reinventar

O terapeuta sensitivo defende a tese de que muitos caminhos são válidos e que calcular um mapa astral natal neste momento pode revelar as carreiras mais promissoras para homens ou mulheres. “Todo e qualquer conhecimento precisa ter uma aplicação prática para ser relevante. Então, eu tenho a honra de ser um dos profissionais a desenvolver um Mapa Astral Completo e Online com dicas para a crise. Ainda sugerimos profissões e atividades contemporâneas, adequadas à realidade dos brasileiros”.

Denny ressalta que o sentimento de frustração ou incerteza é comum a qualquer ser “minimamente consciente”, mas mesmo assim, neste primeiro de maio, é preciso evitar as armadilhas promovidas por nossos temperamentos individuais. “Alguém de escorpião, por exemplo, vai precisar de muito mais autocontrole para não se estressar ou ser rude com as pessoas. Já uma mulher geminiana pode disfarçar a ansiedade e passar uma falsa imagem de que tudo está bem. Saber exatamente quem é você traz um poder e um maior autocontrole para passar pela crise sem sucumbir”, adverte.

“No mapa astral Meu Astro há outros pontos astrológicos mais ligados à carreira como o eixo do carma, Vertex e Antivertex, Roda da Fortuna e Meio do Céu, que vão direcionar muito mais assertivamente a pessoa. Então, achar que a astrologia só pode oferecer informações sobre o seu signo solar é subestimar esse conhecimento. É como ter uma Ferrari na garagem e preferir sair a pé”, brinca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *