Alinhamento Energético, Espiritualidade

O Alerta do Dia de Joana D’Arc

O Dia de Joana D'Arc

Horóscopo Diário

Áries Touro Gêmeos Cêncer Leão Virgem Áries Escorpião Sagitário Capricornio Aquaário Peixes

30 de maio é dia de Joana D’Arc e foi a data escolhida pela igreja católica para homenagear a mártir, um dos símbolos da luta pela liberdade. Em 2020, infelizmente não temos muito o que celebrar, já que o Brasil ainda é um país que mantêm altos índices de feminicídio, a covarde violência contra a mulher. De acordo com levantamento feito pelo portal de notícias G1, com base em dados oficiais dos estados brasileiros, nosso país registrou um aumento de 7,3% nos casos de feminicídio em 2019 em comparação com 2018. E com um detalhe: sabe-se que o número de casos não relatados pode deixar esse índice muito maior. Em resumo: a cada 7 horas, uma mulher é assassinada em território nacional.

Mesmo assim, é importante comemorar (lembrar juntos) deste exemplo de  mulher forte, cuja coragem foi importantíssima para o desenvolvimento da França. Infelizmente, Joana teve um fim trágico: capturada e queimada em praça pública sob a acusação de ser bruxa. Com uma história rica em misticismo e simbolismo que atravessa os tempos, Joana D´Arc nasceu por volta do ano 1412.

Camponesa, desde muito nova, declarava ter o dom de conversar com santos e anjos, incluindo Arcanjo Miguel – um dos patronos e guardiões do Alinhamento Energético – além de Santa Catarina e Santa Margarida.  Conforme os relatos, Joana foi aconselhada por essas entidades espirituais a tomar coragem e ingressar nas forças armadas de Carlos VII, com o objetivo de libertar a França do domínio inglês.

Joana D’Arc – mulher à frente de seu tempo

Em uma época onde a mulher era relegada a funções menores – e nunca era convocada a batalhas – Joana teve uma participação importantíssima em um dos conflitos mais simbólicos da história mundial: A Guerra dos 100 Anos.

Enviada para a batalha conhecida como Cerco de Orleães, Joana retorna com a vitória em pouco mais de uma semana após a partida. Mas é claro que o machismo vigente não iria deixar que uma mulher ficasse com as honrarias.

Machismo, perseguição e morte

Joana D'Arc

Milla Jovovich deu vida a Joana D’Arc no cinema

Sendo vítima de uma perseguição política, Joana viu sua popularidade decair até ser capturada em uma emboscada preparada por um grupo opositor de compatriotas franceses. Acusada de bruxaria, Joana foi entregue ao bispo Cauchon e queimada em praça pública com pouco mais de 19 anos de idade. O fato ocorreu no dia 30 de maio de 1431. Daí a data da comemoração do Dia de Joana D’Arc. Mal sabiam as pessoas da época que a morte não conseguiria diminuir a importância desta mulher.

Como forma de reparação a essa injustiça, hoje a igreja católica reconhece Santa Joana D’Arc, que goza do status de ser uma das padroeiras do povo francês. Que ela nos inspire com coragem para denunciar todo e qualquer abuso, seja ele físico, mental ou emocional a toda e qualquer mulher do mundo. Que todos nós acordemos o quanto antes para a importância do sagrado feminino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *