autoconhecimento

A autossabotagem mata a alma

Horóscopo Diário

Áries Touro Gêmeos Cêncer Leão Virgem Áries Escorpião Sagitário Capricornio Aquaário Peixes

Você sabia que você pode ser seu pior inimigo? Acha que eu estou exagerando? Então, tudo bem. Quantas vezes você jurou a si mesmo(a) que iria iniciar a dieta, perdoar um parente, ou mesmo começar a juntar dinheiro para viajar? E quantas vezes você falhou nos seus propósitos?

Mas espere, eu não estou aqui para te julgar. Muito pelo contrário. Estou aqui pra te dizer que todos nós passamos por isso. Muitas vezes, nós criamos nossas metas e sabotamos essas mesmas metas.

Por que nos sabotamos?

Talvez porque – no fundo de nosso ser – nós não estamos totalmente comprometidos com aquilo que dizemos que queremos. E tem mais: como nós temos um potencial inconsciente muito maior (90%) e inexplorado que nossas faculdades conscientes (10%), nem sempre estamos cientes de que estamos sabotando nossos esforços.  Então, facilmente caímos nas garras dessa senhora chamada autossabotagem.

Então, se você já passou por isso, relaxe. Você não está só. O ser humano, aliás, é capaz de inventar as maiores desculpas para não cumprir suas metas.  Mas se quiser tentar uma abordagem nova, veja cinco dicas para vencer quando o assunto é a autossabotagem.

1 – Encare o vitimismo

O que acontecia quando você acordava doente quando era criança? Resposta: provavelmente você não ia à escola e ficava recebendo toda a atenção e o carinho necessários. E provavelmente isso era bom.

Pois saiba que talvez você esteja fazendo isso até hoje: criando problemas e dificuldades (inconscientemente) para continuar na posição de vítima e receber carinho e atenção.

2 – Tenha clareza do que quer

Muita gente estabelece as metas pela moda: vou emagrecer, vou comprar o carro X… E acaba se frustrando por não conseguir cumprir. Então, vale a pergunta:  será que a meta que você estabeleceu para você é realmente a MELHOR no seu caso?

Lembre-se de que você é um ser único em meio a sete bilhões de pessoas no planeta Terra. Portanto, a meta que funciona para uma pessoa pode não ser exatamente aquilo que funcionará para você.

3 – Comemore pequenos avanços

Quando você quer alcançar um objetivo novo, é preciso ter paciência. Durante o processo, algumas mudanças são muito sutis e não são percebidas sempre a olho nu. E aí é que mora o problema.

Muitas vezes desistimos de nossos planos apenas porque não aguardamos o tempo necessário para ver resultados palpáveis. Mas isso não significa que o processo não esteja em curso. Ao contrário. Lembre-se que, ao plantar uma semente, levará um tempo até que a árvore cresça. Cuide de sua parte e comemore o fato de você não desistir dia após dia.

4 – Perseverança hoje, amanhã e depois de amanhã

Você sabia que antes de ser a apresentadora mais bem paga da história da TV americana Oprah Winfrey sofreu abusos sexuais constantes e cresceu um lar disfuncional? E este é só um dos exemplos de pessoas que, embora tivessem todos os motivos do mundo, não desistiram de lutar pelos seus objetivos. Portanto, não importa o tamanho do seu sonho, mas sim o tamanho de sua perseverança. Acostume-se a tentar e tentar mais uma vez até que você consiga.

5 – Peça ajuda em todas as fases do processo

Muita gente crê erroneamente que pedir ajuda é sinal de fraqueza. Mas para atingir metas, criar uma rede de apoio aos nossos sonhos e objetivos pode funcionar, abreviar caminhos e poupar o seu tempo.

Procure pessoas que se importem com você! E se ainda assim não conseguir avançar, peça ajuda especializada. Terapias alternativas podem abrir um grande espaço de positividade e lhe oferecer o apoio necessário. E o mais importante de tudo: seja qual for a sua escolha, lembre-se de que ônus ou bônus serão somente seus e que ninguém colherá os frutos da vitória ou derrota além de você. Pense nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *