Mapa Astral - Quíron explicado e a lenda | Meu Astro - Mapa Astral, Signos, Planetas, Nodo, Lilith, Quíron, Roda da Fortuna
Esoterismo

Quíron explicado e a lenda

By 4 de setembro de 2019 No Comments

Novidade para você que já adquiriu seu Mapa Astral Meu Astro. Disponibilizamos o posicionamento e interpretação de Quíron no seu Mapa. Conhecer Quíron é descobrir as feridas emocionais profundas que você traz na essência de sua alma. Conteúdo extra: Nodo Norte e Sul nos Signos. Os conteúdos trazem Dicas Terapêuticas!

Quíron explicado e a lenda

Quíron representa uma ferida profunda em nossa alma da qual, muitas vezes, não temos consciência plena e só conseguimos perceber os reflexos desse “ferimento”. Saber onde fomos feridos em nossa essência pode nos ajudar no autoconhecimento e na cura efetiva dessas chagas. E assim também temos uma chance de parar de projetar nossos defeitos nos outros que nos cercam. Observar a posição de Quíron conjuntamente na Casa Astrológica e no Signo Astrológico de seu Mapa Astral Natal Meu Astro pode trazer uma luz a questões difíceis.

Lenda de Quíron

De acordo com a mitologia grega, Cronos (deus do tempo) enamorou-se da ninfa Oceânide Filira (filha de Oceano e Tétis). Mas, para que pudesse conquistá-la, decidiu-se transformar-se em um cavalo. Tudo isso para fugir dos olhos desconfiados da deusa Réia, deusa da fertilidade, e sua esposa oficial.

Do encontro e cópula proibida de Cronos e Filira nasce um garoto (Quíron), metade homem, metade cavalo. Quando a criança nasceu, Filira chocou-se com a aparência do filho. Ela o abandonou e clamou aos deuses que o transformassem em uma árvore. E assim foi feito!

Quando a notícia chegou aos ouvidos do pai, Cronos, ele ficou preocupado. Afinal, a criança estaria vulnerável aos lenhadores. Já que o filho agora era uma árvore. Assim, o deus Cronos desfez o feitiço e entregou o garoto para ser criado por Ártemis (deusa da caça) e Apolo (deus-sol). Quíron era, de fato, tão sábio que logo foi declarado como Senhor dos Centauros (seres metade homem, metade cavalo). 

Mas a sorte de Quíron mudaria a partir de um episódio específico: durante uma batalha entre Hércules (heroi e filho de Zeus) e o monstro Hidra – figura mitológica que apresenta várias cabeças. Hércules feriu a perna de Quíron acidentalmente com uma das flechas envenenadas que usava para matar a Hidra. Resultado: Quíron – apesar de ser um deus – não conseguia se curar-se da ferida.

A partir de então, exposta a fragilidade dele, passou a ser considerado o curador ferido. Aquele que, por conhecer profundamente a dor, pode ajudar o outro a curar-se também. Aí nascia também um profundo sentimento de compaixão com as dores e limitações de todos que nos cercam. 

É a partir dessa linda simbologia que interpretamos o astro Quíron nos Mapas Astrológicos.

Deixe um comentário