autoconhecimento, Espiritualidade

Preocupação e sofrimento real. Você sabe diferenciar?

Horóscopo Diário

Áries Touro Gêmeos Cêncer Leão Virgem Áries Escorpião Sagitário Capricornio Aquaário Peixes

Você se preocupa com frequência? Espiritualmente falando, a preocupação é como guardar o lugar à mesa para uma pessoa que nunca chegará para jantar. Preocupar-se é “pré-ocupar-se”, ocupar-se antecipadamente com algo que você nem sabe se vai acontecer. E se acontecer possivelmente será diferente de como você imaginou!

É claro que, em tese, todo mundo sabe que a preocupação é algo extremamente cansativo para qualquer ser humano. Mas talvez você não saiba é que a ciência também já comprova que existem fatores estruturais que influenciam o quanto você se preocupa cotidianamente.

Preocupação X realidade

Você sabia que o cérebro de quem se preocupa demasiadamente é estruturalmente diferente de pessoas que se preocupam menos? Uma pesquisa da Universidade de Cambridge (2011), no Reino Unido, observou o cérebro de pessoas que costumam se preocupar por não saberem se esqueceram de trancar a porta de casa ou se fecharam os vidros do carro.

O estudo revelou que os cérebros desses indivíduos possuem uma variação ligada ao sulco paracingulado (PCS). E isto estaria ligado a uma menor capacidade de o indivíduo distinguir eventos reais de imaginários. Assim, comprova-se que a preocupação está muito ligada a uma possibilidade, uma imaginação ou uma memória, muito mais do que com algo concreto, real.

Universo interior X exterior

Para vencer o vício da preocupação é extremamente necessário investir no seu autoconhecimento. Portanto, se você não compreende o seu universo interior, você já está em desvantagem. Por isso, vale a pena se perguntar: como estão suas emoções ultimamente?

As suas emoções constroem o seu universo interior, o filtro com o qual você absorve a realidade externa. E isso é extremamente poderoso. Portanto, o seu tom emocional vai ditar o tom da sua vida!

Já o que acontece no seu exterior pode ter um impacto maior ou menor a depender também de quanto você se conhece e se administra. Assim, podemos afirmar que um revés financeiro, a morte de um ente querido ou um acontecimento triste ou dramático pode ser mais ou menos devastador a depender de como a pessoa reage ao que lhe acontece. Quanto mais autoconhecimento, mais autocontrole emocional.

Para lhe ajudar neste caminho, Meu Astro indica algumas dicas práticas para que você lide melhor com seus problemas cotidianos e evite se preocupar excessivamente.

1 – Compreenda o que você sente

Dê nome aos bois! Entenda exatamente o que você sente. Pegue um pedaço de papel e tente anotar o seu estado de espírito atual. O simples fato de observar-se pode ser um grande passo rumo ao seu autoconhecimento.

2 – Tenha um parâmetro próprio

Você está sentindo-se diferente do seu habitual? Sua rotina de pensamentos – sentimentos – emoções mudou? Consegue perceber quando você começou a sentir-se diferente? Se você não estiver reagindo do seu modo habitual, fique atento(a).

3 – Sinta-se humano(a)

Boa notícia! Tudo o que você sente está no rol das emoções humanas. E eu lhe garanto que alguém em algum lugar desse globo já sentiu-se do mesmo jeito que você. Portanto, você não está só.

4 – Procure ajuda

Ajuda aqui é usada de uma forma ampla e pode significar desde uma conversa franca com alguém que goste de você ou ainda buscar ferramentas que auxiliem no seu autoconhecimento, tal como fazer o seu mapa astral natal ou solicitar um atendimento em alinhamento energético, por exemplo.

5 – Tenha paciência com você

O ser humano é uma “máquina” complexa e multifacetada. Portanto, alguns processos levam tempo até que se vejam os resultados. Peque leve com as suas questões!

6 – Comemore pequenos avanços

Ao se conhecer, procure perceber pequenos avanços diante do seu estado emocional. Alguns dias, precisamos de uma força de vontade extra para levar nossos projetos adiante. Quando você comemora pequenas vitórias, isso é extremamente poderoso e provoca um relaxamento natural.

7 – Acontecimentos ruins ocorrem na vida de TODOS

É uma grande ilusão achar que algumas pessoas não passam por acontecimentos difíceis ou traumáticos. Por mais positiva que uma pessoa pareça aos seus olhos, saiba que ela certamente passou (ou está passando) por muitos traumas, acontecimentos tristes, revezes, lutos, fracassos etc.

8 – Isto também vai passar

Seja qual for o problema ou situação aguda que você enfrenta agora, isso também passará. Portanto, avalie cuidadosamente e perceba o que a preocupação fará por você ou contra você. No final, a decisão é só sua. Pense nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *